Cidades

Cine Panorama realmente existiu!

Compartilhe:

Graças ao Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) das estudantes de Rádio & TV, Amanda Lima e Luciana Salviano, descobri uma foto do Cinema Panorama quando ele ainda estava em pleno funcionamento.  O trabalho, em forma de revista, contava um pouco da história dos cinemas de rua de Natal, no qual quase todos viraram igrejas evangélicas ou espaço para lojas de Departamento.

O Cine Panorama foi o único cinema do bairro das Rocas. Construído por Luiz de Barros, que hoje é nome de arranha-céu, foi inaugurado no Dia 29 de janeiro de 1967, com o ” 007 contra o Satânico Dr No” do cineasta inglês Terence Young.

Leia Também:

Já falei por aqui sobre o cinema.  O Panorama ficava em frente ao Hospital dos Pescadores. Foi inaugurado em agosto de 1971 e era para exibir filmes de todos os gêneros. O diferencial dele era um estabelecimento longe dos principais bairros da cidade, como Ribeira, Cidade Alta e Alecrim, que na época eram cheios de salas de cinema.

Depois de muita pesquisa, eu descobri o endereço daquele local e utilizando o Google Maps, eu descobri que o prédio ainda existe e funciona uma igreja evangélica. Pode perceber que a estrutura ainda lembra daqueles cinemas antigos de interior. Consegui a confirmação que era o local a partir de artigos acadêmicos.

Em relatos em blogs, alguns clientes do cinema diziam que lá existia uma sala com uma imensa prateleira, cheia com cilindros de lata, que armazenavam os grandes rolos de filme. Além disso, as máquinas de projeção eram imensas.

Entretanto, a década de 70 ficou conhecida pela produção de pornochanchada e os primeiros filmes comerciais famosos de sexo explicito, como “Garganta Profunda” e o pequeno cinema das Rocas começou a colocar estas produções em cartazes.

O poeta Lívio Oliveira, no trecho do artigo “Deep Throat and the Panorama“, disse que se arrepende de não ter ido assistir alguma sessão. “Mas, sabe o que lamento até hoje? Não ter assistido a nenhuma sessão no velho Panorama, lá nas Rocas. Meus irmãos mais velhos iam para aquelas aventuras picarescas que eram as apresentações de pornochanchadas e outros filmes de teor erótico, e em meio a figuras na plateia, digamos, meio esquisitas”, disse em um dos parágrafos.

À medida que os cinemas começaram a aparecer nos shoppings, os cinemas de bairro começaram a decair. Depois, o Panorama virou uma unidade da Missão Evangélica Pentecostal do Brasil (MEPB).

O templo foi inaugurado por um grupo de americanos, no qual ficavam estudando a Bíblia e tinham experiências espirituais. Então, dois missionários viriam ao Brasil com a intenção de pregar o que eles acreditavam. Inicialmente, eles fixaram residência em Manaus (AM) e depois se mudaram para Natal. No dia 25 de junho de 1949, organiza-se em Natal a Missão Evangélica Pentecostal do Brasil. A Igreja ficara conhecida como Tenda Catedral devido o uso de tendas.

Inicialmente, eles fundaram a primeira igreja no Alecrim e depois em vários bairros da cidade, incluindo a Rocas.

 

Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista e publicitária formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *