Artistas Potiguares

Cinco quadrinistas para conhecer no Rio Grande do Norte

Compartilhe:

Natal possui uma grande safra de quadrinistas por aí e muitos ralam muito, visto que a maioria dos seus trabalhos são publicados de forma independente ou estão trabalhando para estúdios grandes, como a DC Comics. O Brechando listou cinco  quadrinistas do Rio Grande do Norte para conhecer. Confira:

1) Milena Azevedo

Milena Azevedo é um dos nomes fortes do quadrinho potiguar. Ela trocou a História pelas histórias em quadrinhos e hoje se divide entre escrita de roteiros, letreramento e diagramação de HQs, e a organização de eventos de cultura pop em Natal. Nos anos 2000, ela foi criadora da loja Garagem Hermética, que vendia quadrinhos de diversos autores e hoje se transformou em um site. Já publicou quadrinhos nas revistas Subversos, Maturi, Mosaico, Zona Gráfica #3 (Portugal) e Monotipia (virtual). Em 2013, junto com o chargista Brum, fundou a MBP (selo independente de quadrinhos) e lançou O Guarda-Vidas e as coletâneas Visualizando Citações (finalista por duas vezes consecutiva do Troféu HQ Mix, maior premiação do gênero, no Brasil) e Fronteira Livre (finalista da categoria “BD Alternativa” na 42ª edição do Festival de Angoulême).

2) Leander Moura

Graduado em artes visuais pela UFRN, Leander começou a ilustrar e escrever histórias em quadrinhos em meados de 2009, ainda durante o curso. Entre suas principais publicações até agora estão “O Evangelho Segundo o Sangue”, de 2014, em co-autoria com o roteirista Marcos Guerra; e a versão em HQ do romance “Maldito Sertão”, de Marcio Benjamin, publicado no final do ano passado.

Atualmente, além de ser integrante do coletivo “Quadrinove”, Leander é colaborador da editora Clock Tower, para qual assinou a capa do livro “O Rei Amarelo” (2015) e ilustrou o livro “O Mundo Sombrio – Histórias de Mitos Cthulh”, de Robert E. Howard; e também o famoso conto “Nas Montanhas da Loucura”, para o livro “O Fantástico Mundo de H.P. Lovecraft”.

3) Wanderline

Wanderline é artista plástico e mora em São Rafael, onde começou primeiramente pintando apenas quadros. A sua entrada nos quadrinhos chegou em meados de 2010 quando criou o Urubu Man, além de ter publicado suas tirinhas em publicações locais, nacional de outros países, como Portugal. Dentre as suas publicações estão para revista Maturi, berço dos quadrinistas potiguares, “Amigos Amantes Amore”, “Depois de Tudo”, “Mosaico” e “Os notáveis”. Além disso, já participou de diversas parcerias, como Projeto Visualizando Citações da escritora Milena Azevedo.

4) Geraldo Borges

Borges é natural de Fortaleza, mas está em Natal há alguns em Natal, onde tem o Estúdio Quadrinhos, que estimula os natalenses em aprender a desenhar ou trabalhar como quadrinista. Ele é formado em Engenharia Civil, porém sempre se interessou em fazer HQs, no qual fez um curso com Al Rio e começou os seus primeiros trabalhos, como Capitão Rapadura, Graph It e depois foi trabalhar para  DC Comics, desenhando personagens como Liga da Justiça, Batman, Mulher Maravilha, Legião dos Super-Heróis, Lanterna Verde e Asa Noturna.

5) Rodrigo Fernandes

Natural de Umarizal, Rodrigo Fernandes trabalha como quadrinista já faz algum tempo e em 2003 lançou o quadrinho chamado “Bispo”. Recentemente, ele foi um dos potiguares que participou da Comic Con Experience em Recife. Além disso,trabalha arte finalizador em edições de outras  produções. O artista umarizalense junto com outros quadrinistas potiguares vem há anos na luta a favor dos quadrinhos nacionais e independentes.  Além de ser quadrinista, ele também ensina desenho.

 

Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *