Roadsec: Maior evento de hacker acontece novamente neste sábado em Natal

Utilidade Pública
Compartilhe:

O que é hacker? Segundo o Wikipédia:

Um indivíduo que se dedica, com intensidade incomum, a conhecer e modificar os aspectos mais internos de dispositivos, programas e redes de computadores. Graças a esses conhecimentos, um hacker frequentemente consegue obter soluções e efeitos extraordinários, que extrapolam os limites do funcionamento “normal” dos sistemas como previstos pelos seus criadores; incluindo, por exemplo, contornar as barreiras que supostamente deveriam impedir o controle de certos sistemas e acesso a certos dados. é Importado da língua inglesa, e tem sido traduzido por decifrador.

Muita gente entra na área de tecnologia da informação pela simples vontade de saber como é hackear e saber adentrar profundamente no mundo da informática. Por isso, existe eventos como Roadsec, considerado o maior evento de segurança e tecnologia da América Latina, que estimula a galera a conhecer mais sobre programação e o que é ser hacker. Por favor, não confundir com o cracker, que são aquelas pessoas que invadem rede de computadores com finalidades criminosas.

O evento vai acontecer neste sábado (6), a partir das 9 horas, no Instituto Metrópole Digital, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Será um dia repleto de palestras sobre carreira, guerra digital, novidades da área, e mais, além de cursos diversos (como pentest), oficinas para pilotar drones, experimentar realidade virtual, impressão 3D e dentre outras coisas. A inscrição pode ser feita neste link aqui, também pode ser feito no local de inscrição, no valor de 60 reais (meia) e R$ 120 (inteira).

Ainda haverá o O Hackaflag – maior campeonato de hacking CTF do país – acompanha o Roadsec e desafia hackers de todas as partes ao título de campeão. Como faz para participar? Traga sua máquina ou dispositivo com porta Ethernet cabeada (recomendado) ou wi-fi. Inscrições feitas na hora, na sala do campeonato.

Roadsec já recebeu mais de 20 mil participantes nas edições anteriores e esta é a segunda edição na capital potiguar.  Haverão reuniões com pesquisadores e profissionais das mais variadas empresas do ramo da informática e que já participaram de grandes eventos, como a Campus Party.

Confira a programação completa a seguir:

09H30: CREDENCIAMENTO


10H00: ABERTURA

ANDERSON RAMOS: CTO da Flipside e idealizador do Roadsec

10H30: O HOMEM QUE COPIAVA

 BOOT SANTOS: Gerente de Negócios da Devechio Soluções em TI

10H50: SEGURANÇA EM SOFTWARE

EMMANUELLE RICHARD: Desenvolveu aplicativo aos 12 anos e já participou da Campus Party, Flisol, PhP Experience, RubyConf, DevFest Nordeste e dentre outros.

11H30: COMO NÃO USAR O WIRELESS!

KELVIN CLARK: Consultor de Segurança


12H10: ALMOÇO


13H20: 0X0020: ASREVER AIRAHNEGNE – JUST FOR FUN!

LUCAS PINHEIRO: Bacharel em Tecnologia da Informação com ênfase em Sistemas Embarcados no Instituto Metrópole Digital

14H1: RESPOSTA A INCIDENTE E FORENSE DIGITAL – UM ESTUDO DE CASO

JEFFERSON SAMPAIO: Analista de Segurança da Informação na Morphus


15H00: INTERVALO


15H30: SEGURANÇA DE RECURSOS LINUX: CONVIVENDO COM O OOM KILLER

NOILSON CAIO: Analista de Suporte Sênior na IVIA

16H20: COMO DIMENSIONAR AS CAPACIDADES DOS EQUIPAMENTOS E SOFTWARES DE SEGURANÇA EM SUA REDE

LUCAS PEREIRA: Líder de Quality Assurance na BLOCKBIT


17H10

PAINEL

18H00

ENCERRAMENTO


OFICINAS

13H20

HACKFLAG + OFICINAS

14H10

REVOLUCIONANDO OS PROCESSOS PRODUTIVOS COM IMPRESSÃO 3D

PALESTRA
Fabricação Digital – O que muda na maneira como vemos e fazemos as coisas e onde estão ocorrendo as maiores transformações

16H20

IMPRIMINDO EM 3D COM CLONERGEN3D E CLONERMAKER3D

Está sem grana para ir? Não tem problema! Eles estão fornecendo desconto para quem for ao evento, aproveita também para espalhar junto com os convites esse código de desconto de 10% (tanto na inteira quanto na meia entrada) para todo mundo que você quiser, a vontade: PMRDDC-OVXWQG.

Para saber mais do evento hacker, clique aqui.

O evento tem apoio da Morphus, GDG Natal, Blockbit, PotiLivre (Grupo de Usuários de Software Livre do Rio Grande do Norte) e UFRN.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.