UFRN fornece tratamento gratuito de psicólogo para comunidade

Utilidade Pública
Compartilhe:

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) oferece tratamento gratuito de psicologia para a comunidade. Sim, você pode não ser estudante da instituição de ensino, mas pode receber um tratamento de graça. O local se chama Serviço de Psicologia Aplicada (SEPA), clínica escola do curso de Psicologia da UFRN que oferece tratamento clínico à população. A gente já falou aqui no Brechando.

Foto acima do título: Anastácia Vaz

Neste momento está com processo aberto dos plantões de triagem, momento em que os pacientes passam por avaliação e é definido qual o atendimento que a demanda requer. Após a triagem, os atendimentos são feitos por dias e horários do plantão, procedimento que funciona por ordem de chegada, estão afixados no hall de entrada do prédio, que fica na rotatória próximo do CCSA, Setor I, Biblioteca Zila Mamede e CCHLA.

A clínica é composta por 10 servidores, entre assistentes administrativos, professores, psicólogos e psicopedagogos, além dos estagiários, são os responsáveis por viabilizar os serviços de psicoterapia, psicologia organizacional e avaliação psicológica.

Para tanto, dispõe de sete salas de atendimento para adultos, duas salas de ludoterapia, uma sala para atendimento em grupo e uma sala de avaliação psicológica, além de outras três que podem ser usadas para supervisão, aulas ou reuniões.

Com capacidade para atender 240 pessoas em 2016, a demanda no ano passado chegou a ser superior ao dobro deste número. A situação deve se repetir em 2017, já que a procura está sendo alta. Por causa disso, os critérios de prioridade precisam ser seguidos sistematicamente.

Uma das principais características do Serviço de Psicologia Aplicada é a prestação de serviços gratuitos à comunidade em geral, constituindo-se em um espaço de aprendizagem permeado por atividades de ensino, pesquisa e extensão. Fundado em 1965 e atualmente um órgão suplementar diretamente ligado ao Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), sob a direção da professora Lieti Coelho Leal, o SEPA precede a criação do curso de Psicologia, apresentando-se até mesmo como uma das razões para o surgimento da graduação no estado.

Atendendo todo o estado, as atividades se desenvolvem em muitos níveis. As triagens, sem custos, ao encontro de encaminhar as demandas para atender as necessidades do caso ali atendido, seja ele conduzido para psicoterapia, que a depender da disponibilidade de vaga pode ser realizado no próprio SEPA, podendo inclusive o paciente permanecer em atendimento frequente; ou resulte em encaminhamento para outros profissionais, tais quais psiquiatra ou neurologista.

Há ainda a possibilidade de participação em grupos específicos, como de enfrentamento à timidez e de orientação profissional. Além destas atividades, são realizados projetos de extensão com atividades de atendimento a comunidade, como o Serviço de Neuropsicologia da Infância e da Adolescência, núcleo especializado em diagnóstico interdisciplinar e em pesquisas dos transtornos do neurodesenvolvimento que atende pessoas na faixa etária de sete a dezoito anos acometidas por diferentes transtornos do desenvolvimento, lesões ou disfunções neurológicas. O telefone de atendimento do SEPA, para informações adicionais, é o 3215 3603.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.