Por que Capim Macio recebe este nome?

Cidades Curiosidades
Compartilhe:

Capim Macio é um bairro localizado na zona Sul de Natal. Mas qual motivo que este recebeu o nome? Tentando desvendar os mistérios dos nomes dos bairros da cidade, resolvemos começar por Capim Macio e a história do nome parece bem óbvia: a região realmente tinha um capim bem macio. Antigamente, o local era ocupados por fazendas e granjas.

Começou a virar um bairro residencial quando em 1973, o empresário João Veríssimo da Nóbrega comprou 543,489 metros quadrados e fez o loteamento Cidade Jardim. Para atrair moradores, Veríssimo fez um galpão para abrigar grande comércio, próximo à Avenida Engenheiro Roberto Freire. Sete anos depois, esse galpão virou uma unidade do supermercado Nordestão.

Neste mesmo período foi entregue o conjunto habitacional Mirassol.

Por ser uma região cheia de matagal, o local já chegou a abrigar um mini-zoológico e contou com diversas boates, como a Hippie Drive-IN. Além disso, era o local onde os oficiais do Exército treinavam na década de 40. O Campus Universitário foi um marco da ocupação da área no vizinho bairro Lagoa Nova. Instalado em uma área de 130 hectares, é apontado como uma das causas de valorização dos terrenos adjacentes.

Entre 1973 e 1974, houve uma rápida expansão urbana para o sul da cidade e a difusão do hábito de morar em apartamento. Isso acarretou a supervalorização de terrenos urbanos em Natal. Mais tarde, outros conjuntos foram sendo erguidos no bairro. Em 1979, o Conjunto Universitário (Conjunto dos Professores), Flamboyants (1985), Village dos Mares (1991), Cerro Azul (1991), Village de La Touche (1991), Parque das Rosas, Capim Macio I e II, Mar do Sul e Pirangi do Sul.

Capim Macio teve seus limites definidos pela Lei nº. 4.328, de 05 de abril de 1993, oficializada quando da sua publicação no Diário Oficial do Estado em 07 de setembro de 1994.  Nesse bairro, predominam casas de alto padrão e apartamentos de luxo, além de uma vasta gama de comércio, sobretudo restaurantes, bares, universidades e grandes redes de hipermercados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.