Memórias de Quintal estreia temporada 2016 nesta sexta

A nova temporada de “Memórias de Quintal” começa nesta sexta-feira (21) e acontece durante todo o fim de semana no bairro da Ribeira. A peça têm a intenção de fazer com que o público ajude a resgatar as memórias das infâncias dos atores que participam do espetáculo. A partir da subversão de fatos e uma mistura de imaginação simbólica e autobiografia, a encenação tem sabor de saudade e é enviesada por cenas que revelam dores e delícias do crescimento.

O espetáculo faz analogia com uma mochila velha, coberta pelo pó, contendo uma lanterna, um caleidoscópio e um mapa feito à mão, com destino há muito esquecido. Sob os traços e trilhas, a história de três crianças e uma fuga. O olhar para essas memórias é, para eles, um respiro e uma quebra na lógica decidida e implacável do tempo.

Talvez lançar o olhar para essas memórias de quintal seja como um respiro, uma quebra na lógica decidida e implacável do tempo. De certo, por isso, os três adultos acharam de querer fazer teatro a partir das crianças que foram. Querendo, talvez, confundir o senhor dos destinos e ter mais uma chance.

14721449_1018722961572317_5111344953504540248_n

Inspirados nas memórias de infância dos atores, a encenação convida o público a refletir acerca de suas próprias experiências de vida.

A peça veio a partir das pesquisas de Mestrado em Artes Cênicas dos atores Alex Cordeiro e Paulinha Medeiros, que também contou com a colaboração de Pedro Vilela (PE) na consultoria de direção, e Giordano Castro (Grupo Magiluth/PE) na consultoria de dramaturgia.

Ficha Técnica:

Direção: Alex Cordeiro e Silbat Rodrigo
Dramaturgia: Paulinha Medeiros
Elenco: Arlindo Bezerra, Paulinha Medeiros e Lulu Albuquerque
Preparação corporal e direção de movimento: Rodrigo Silbat
Direção de arte: Paula Vanina e Bololô Cia.
Cênica Consultoria de direção e desenho de luz: Pedro Vilela (PE)
Consultoria de dramaturgia: Giordano Castro (Grupo Magiluth/PE)
Operação de luz: Marcos da Câmara
Comunicação e operação de áudio: Joanisa Prates
Registro Fotográfico: Paulo Fuga
Registro de vídeo: Johann Jean
Designer gráfico: Daniel Torres
Realização: Bololô Cia Cênica
Produção: Bobox Produções

Serviço:

Espetáculo “Memórias de Quintal”
Hora: 20 horas.
Classificação: 14 anos.
Onde: A Boca – Espaço de Teatros (Rua Frei Miguelinho, 16, Ribeira)
Data: 21, 22 e 23 de outubro.
Ingressos: R$20 (inteira) e R$10 (meia).

Corrida da Cerveja também vai acontecer no Carnaval

A gente falou da corrida “Só Corro Pra Beber Cerveja”, inspirada na já conhecida Mile Beer, aqui no Brechando. A repercussão foi tão grande que vai haver um bloco de carnaval da corrida. Sim, você pode brincar de carnaval fazendo uma corrida super diferente e está previsto para acontecer no domingo de folia de momo, no dia 19 de fevereiro.

Como funciona a corrida? A pessoa tem que correr um determinado caminho estabelecido e durante o trajeto fica bebendo uma deliciosa cerveja, podendo ser uma lata ou uma garrafa. O vencedor é aquele que completar primeiro. A competição é dividida em duas modalidades: Individual e Revezamento – 4×16.

A primeira edição da corrida vai acontecer no dia 10 de dezembro e é uma parceria da Funfit com a Guria Produtora. Confira as regras a seguir:

Individual:

4 cervejas em lata durante o percurso da competição

– O participante inicia a corrida bebendo 1 cerveja e a cada 1,5km deverá beber 1 cerveja até completar as 4 cervejas.

– As latas de cerveja serão distribuídas no posto da Largada, em frente à FunfitStore. (Aguarde o mapa aqui no evento)

– Ao terminar de beber a cerveja, o participante deve colocar a lata de cabeça para baixo em cima da sua cabeça para que a comissão confira que ele bebeu a cerveja inteira;

– Na sequência o participante joga a lata vazia em lixo (em lixeira) localizado(a) no posto e segue a prova.

– Na chegada o participante toma a última cerveja das 4.

Revezamento:

Quatro pessoas devem beber 16 cervejas em latas. Os recipientes devem ser carregados durante todo o percurso por um veículo construído pelos próprios participantes do grupo que caibam as 16 cervejas + gelo (opcional) e contenha 4 alças para que todos os participantes possam carregar ou empurrá-lo carregar/empurrar o mesmo)

– Cada grupo deverá produzir o veículo das suas cervejas. Pode ser um cooler qualquer com 4 alças, ou um engradado, com ou sem rodinhas.

– O que importa é que não seja motorizado e que tenha alças ou apoio para os 4 participantes do revezamento conseguirem carregar ou empurrar juntos;

– É importante lembrar que vai muito da imaginação dos participantes. O que interessa é que caibam as cervejas e lembrar de calcular o espaço e o peso para o gelo também.

– O abastecimento dos veículos será na concentração, às 16h. O evento fornecerá as 16 cervejas da competição + gelo para cada time + 1 Saco de lixo para retornar com as latas vazias;

– Os participantes do time deverão tomar as 16 cervejas durante o percurso da corrida e só finalizam a prova se, ao cruzar a linha de chegada, todas as latas estiverem vazias. As latas vazias deverão ser devolvidas dentro do veículo do grupo para conferência e depois deverão ser colocadas dentro do saco de lixo fornecido pela organização.

– Se o time completar o percurso da corrida, mas ainda tiver alguma lata de cerveja cheia, deverá bebê-la até o final. Só então a corrida será dada por concluída. Ou seja: não pode haver lata de cerveja cheia ao final da corrida.

Além da corrida, o espaço promete ter Food Truck, Espaço Pet e shows. Praticamente, as mesmas coisas que têm em um evento de corrida, sendo que mais divertido.

Por se tratar de uma prova temática com o intuito de diversão adulta, esta prova não terá chip e cronometragem. Da mesma forma não serão computados ou aferidos tempo; Todos os participantes receberão medalhas temáticas ao completarem a prova. Ao final, o 1º colocado de cada prova ganhará 1 barril de Chopp, sendo no revezamento 1 para cada integrante além de Brindes.