Curiosidades

O que é o quociente eleitoral?

Compartilhe:

Recentemente, Natal ficou chocada quando soube que a candidata Amanda Gurgel, a segunda mais votada para vereadora em 2016 não foi reeleita por causa do quociente eleitoral. O que é isso? Como explicar? É um cálculo bem bizarro para determinar quantas cadeiras cada partido deve ter na Câmara Municipal. Isso também acontece na Câmara dos Deputados durante as eleições gerais.

Vamos tentar explicar como funciona com base na explicação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). A cidade do Natal, por exemplo, tem 534.582 eleitores e precisam eleger 29 vereadores na Câmara Municipal.

Então, precisa realizar o primeiro cálculo: Determinar o número de votos válidos, subtraindo com os dados do comparecimento os votos nulos e os em branco. No caso da capital potiguar, foram 19.874 brancos e 53.989 nulos. Ao todo, 429.789 compareceram as urnas.

Então: 429.789 – 19.874 (branco) – 53.989 (nulos) = 355.926 votos válidos.

Agora, finalmente, vamos ao cálculo do quociente eleitoral. Só precisa dividir o número de votos válidos com a quantidade de vagas na Câmara Municipal.

355.926/29 = 12.274

Ou seja, o quociente eleitoral em Natal era de 12.274. essa é a quantidade de votos necessária para eleger um candidato por uma legenda partidária. Quer dizer, Amanda Gurgel precisava de mais 4.274 votos para ser eleita.

Aí vem a terceira operação: Determinar os quocientes partidários, dividindo-se a votação de cada partido pelo quociente eleitoral. Quer dizer, isto será determinado de acordo com o partido mais votado na eleição de Natal. Confira a tabela a seguir:

PARTIDO VOTAÇÃO COEFICIENTE ELEITORAL NÚMERO DE VAGAS
PDT 46.747 votos 46.747 (números de votos)/12.274 (coeficiente eleitoral) 4 vagas
SD 29.454 29.454/12.274 3 vagas
PMB 28.931 28.931/12.274 3 vagas
PT 25.503 25.503/12.274 2 vagas
PEN 18.105 18.105/12.274 1 vagas
PSOL 17.852 17.852/12.274 1 vaga
PTN 15.859 15.859/12.274 1 vaga
PHS 15.245 15.245/12.274 1 vaga
PMDB 14.433 14.433/12.274 1 vaga
PSD 14.266 14.266/12.274 1 vaga
PSDB 13.969 13.969/12.274 1 vaga
PSDC 12.044 12.044/12274 0 vaga
Total:  19 vagas (Sobram 10 para distribuir)

O que fazer com o que sobrar? É feito um cálculo com as sobras. Distribuição das sobras de lugares não preenchidos pelo quociente partidário. Geralmente, essas sobras são distribuídas de acordo com as maiores coligações. No caso de Natal, estas foram as maiores coligações:

PDT / PMDB / PR / PROS / DEM / PSC (Representando 23,69% dos votos)

PSD/PTB/PSL (Representando 8,07% dos votos)

PSDB / PT do B (Representando 6,18% dos votos dos eleitores natalenses)

Assim explica a distribuição dos vereadores.

Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista e publicitária formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *